6 Maiores produtores de feijão do Brasil

Publicado por Lidia Massari em 8 de julho de 2023

Você sabe quem são os maiores produtores de feijão do Brasil? Aqui vai uma divulgação antecipada: o Brasil é um dos maiores produtores e consumidores de feijão.

Não importa o tipo do feijão, seja carioquinha, rajado, rosinha e jalo, o Brasil é potência produtiva desse alimento imprescindível. Mesmo diante disso, poucas pessoas sabem de onde vem a deliciosa leguminosa que acompanha as refeições diárias.

É justamente sobre isso que falaremos agora, pois o conteúdo de hoje está repleto de informações valiosas. Vai produzir ou comercializar? Então, a leitura é precisa!

Conheça 6 maiores produtores de feijão do Brasil

Então você almeja comprar feijão direto do produtor, mas gostaria de entender a cadeia produtiva por trás do alimento? Você sabia que cada região oferece qualidades diferentes e características únicas, como sabor e consistência dos grãos?

A partir desse ponto, você terá acesso a informações atualizadas sobre a indústria do feijão. Veja o ranking dos principais produtores de feijão do Brasil!

1. Paraná

Há alguns anos o Paraná desponta como o maior produtor de feijão do Brasil, sempre no páreo com Minas Gerais. Os dados mais atualizados dão conta da produção entre 2020 e 2021, quando o estado produziu aproximadamente 560 mil toneladas.

Por consequência, o Paraná representa mais de 18% da produção nacional de feijão. Quando falamos em área de plantio, o número é superior a 370 mil hectares, chegando a 12% da área nacional.

Dentre os principais fatores que impulsionam a plantação de feijão no estado, destaco: relevo, solo e clima. Essa combinação, por sua vez, alavanca a produção anualmente, além de investimentos em tecnologia e pesquisa, naturalmente.

Principais cidades produtoras de feijão no Paraná

  1. Ponta grossa (20% de participação na produção)
  2. Pato Branco (18% de participação na produção)
  3. Guarapuava (13% de participação na produção)
  4. Irati (13% de participação na produção)
  5. Prudentópolis (12% de participação na produção)

2. Minas Gerais

maiores produtores de feijão do Brasil

Já o estado de Minas Gerais é conhecido por ser grande produtor de distintos produtos, como na produção de alho. Minas é um expoente que fica lado a lado com o Paraná na liderança da indústria do feijão.

Essa posição privilegiada como maior produtor é fruto da terra de qualidade e de modernos processos de cultivo. Aliás, segundo Sérgio Brás Regina, da Emater de Minas Gerais, a topografia do estado favorece a mecanização da lavoura.

No último levantamento feito na safra de 2021/2022, Minas apresentou um recuo de 3,1%, devido à falta de chuva. Com isso, o solo armazena pouca água e, consequentemente, a lavoura é prejudicada.

Mesmo assim, o estado produziu algo em torno de 515 mil toneladas de feijão. A principais cidades produtoras no estado mineiro, são:

  • Unaí
  • Paracatu
  • Buritis

3. Mato Grosso

Segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), as três safras de feijão 2021/2022 no Mato Grosso tiveram queda de 28,8%. Como resultado, a produção mato-grossense entregou ao mercado cerca de 255 mil toneladas de feijão.

No entanto, os produtores do Mato Grosso foram responsáveis por 8,5% do abastecimento nacional, mesmo com uma brusca queda. Em se tratando das regiões mais relevantes no cultivo, o IBGE (Produção Agrícola Municipal) destaca:

  1. Nova Ubiratã: 81 mil toneladas
  2. Sorriso: 60 mil toneladas
  3. Campo Novo do Parecis: 28 mil toneladas
  4. Primavera do Leste: 19 mil toneladas
  5. Campos de Júlio: 15 mil toneladas
  6. Brasnorte: 14 mil toneladas
  7. Lucas do Rio Verde: 12 mil toneladas

4. Goiás

Goiás ocupa hoje a quarta posição dentre os maiores produtores de feijão do Brasil. Isso porque na safra 2020/2021 o estado produziu 227 mil toneladas. Cerca de 30 mil a menos que Mato Grosso, certo?

Contudo, a projeção do governo feita através do Boletim Agro em Dados, mostra um cenário diferente para 2022/2023. Sendo assim, o estado deve passar à frente de Mato Grosso, claro, se as estimativas se concretizarem.

Goiás, por sua vez, deve produzir 350 mil toneladas de feijão entre as três safras anuais. Isso representaria um aumento de 6,3% em relação aos anos anteriores.

A área plantada e aproveitável também deve crescer para 144,5 mil hectares. Por fim, especialistas projetam 2,4 toneladas por hectare de feijão plantado.

Principais cidades produtoras de feijão em Goiás

  1. Cristalina
  2. São João D’Aliança
  3. Luziânia
  4. Jussara
  5. Campo Alegre de Goiás
  6. Ipameri
  7. Água Fria de Goiás

5. Bahia

A Bahia já é uma referência na produção nacional de soja, mas aos poucos os produtores rurais investem no feijão. Porém, é fato que as regiões produtoras enfrentam desafios climáticos e de topografia, mas nada que impeça a safra.

Em 2020 a Bahia produziu o equivalente a 185 mil toneladas, mas a projeção para 2023 é ainda mais favorável. Conforme análises prévias, a produção do estado tem tudo para avançar mais de 37% em volume de feijão.

Na prática, isso representaria pouco mais de 300 mil toneladas em uma área total de 425 mil hectares. Euclides da Cunha, São Desidério e Formosa do Rio Preto são as grandes promessas para as futuras safras!

6. Santa Catarina

Santa Catarina ganha destaque a cada ano e a perspectiva é produzir mais de 60 mil toneladas nas próximas safras. Diferentemente das regiões que são potências consolidadas na produção da leguminosa, o produtor catarinense tem um aspecto único.

Estou falando da alta produtividade e aproveitamento do plantio. Veja bem, em termos de área plantada, o estado tem pouco mais de 30 mil hectares de feijão plantado. Então, a expectativa é de um incremento de 14% na produtividade da safra.

Além do mais, Santa Catarina é conhecidamente um produtor que investe pesado no aperfeiçoamento das lavouras.

BÔNUS: e qual é o maior produtor de feijão preto do Brasil?

O estado do Paraná é o maior produtor de feijão preto no Brasil, sendo responsável por 70% da produção nacional. Não à toa, muitos produtores importantes, como em Prudentópolis, têm colocado o feijão preto na segunda safra.

Essa estratégia proporciona uma rotatividade importante para abrir o mercado e atender demandas emergentes. Mas para você entender mais as oscilações na produção e comercialização do feijão, confira o vídeo do Canal Rural abaixo:

Conclusão sobre os maiores produtores de feijão do Brasil

Sabendo quais os maiores produtores de feijão do Brasil, o que você tira desse cenário? Você conseguiu olhar para o setor de uma maneira mais assertiva?

Uma coisa é certa, o feijão tem uma grande relevância na economia brasileira, mas sobretudo, para os produtores e empreendedores. E você, já sabe qual o melhor caminho a seguir a partir desse ponto? Bons negócios!

Espero muito que tenha gostado das minhas dicas, mas compartilhe esse conhecimento nas redes sociais para ajudar outras pessoas e até a próxima!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Lidia Massari
Graduação em Publicidade e Propaganda, com oito anos de especialização em Marketing de Conteúdo, Inbound e SEO. Sou entusiasta de tecnologia, inovação, fascinada pela robótica e filmes de ficção científica. Sou curiosa e adoro aprender coisas novas.

Deixe o primeiro comentário