Quanto custa uma franquia do Burger King?

Publicado por Lidia Massari em 25 de dezembro de 2023

O Burger King chegou ao Brasil em 2004, mas ainda hoje instiga a vontade de muitas pessoas de empreender através da franquia que, atualmente, custa a partir de R$2,5 milhões, já com a taxa de franquia incluída.

Contudo, saber exatamente quanto custa uma franquia do Burger King vai além disso. Afinal, é preciso entender sua proposta comercial, custos gerais e processo de implementação. Saiba tudo sobre uma das maiores franquias de fast-food!

Quanto custa uma franquia do Burger King? Conheça seus modelos de negócio

quanto custa uma franquia do Burger King

O valor da franquia do Burger King está entre um dos maiores investimentos no ramo da alimentação. Como eu falei há pouco, o investimento mínimo é superior a 2,5 milhões de reais. É considerável e exige um forte planejamento comercial por trás.

Entretanto, falamos de um dos maiores nomes do ramo do fast-food no mundo. Não à toa, o Burger King é o maior concorrente do McDonald’s, logo, você terá uma franquia com grandes projeções de crescimento.

Abaixo você encontrará uma visão ampla sobre cada modelo de franquia disponível para investir.

Modelo de franquia Food Court

O formato de franquia Food Court do Burger King é o tradicional restaurante de shoppings. Via de regra, sua localização “obrigatória” são as praças de alimentação, onde milhares de clientes passam todos os dias.

  1. Investimento médio: a partir de R$2,5 milhões.
  2. Taxa de franquia: incluída no investimento total.
  3. Área ideal: entre 80m² e 120m² (pode variar dentro dessa margem).
  4. Royalties: 8% sobre faturamento.
  5. Fundo de marketing: cerca de 3% sobre faturamento.
  6. Tempo médio para implantação: a implantação leva 128 dias.

Apesar de ser o “investimento de entrada”, por assim dizer, é crucial dispor de experiência comercial. Afinal de contas, atuar em shopping é incrivelmente vantajoso, mas igualmente desafiador em termos de competitividade, concorda?

Modelo de franquia Free Standing

Já o modelo de franquia Free Standing é o restaurante de rua, que conta com pista de drive thru e estacionamento exclusivo. Nesse caso, é a franquia mais robusta do Burger King e, por isso, demanda bem mais do franqueado, veja:

  1. Investimento médio: a partir de R$5 milhões.
  2. Taxa de franquia: incluída no investimento total.
  3. Área ideal: a partir de 2.000m².
  4. Royalties: 8% sobre faturamento.
  5. Fundo de marketing: cerca de 3,5% sobre faturamento.
  6. Tempo médio para implantação: implantação costuma levar 217 dias para ser concluída.

Grosso modo, este formato destina-se aos franqueados experientes no setor da alimentação fast-food. Se não pelo investimento superior a 5 milhões de reais, talvez pela gestão de um negócio com mais de 2 mil metros quadrados.

Qual a distribuição atual do Burger King no Brasil?

Segundo o último fechamento do Burger King, a rede no Brasil era composta por mais de 924 unidades. Somente na região Sudeste, a empresa soma 590 unidades. Já no Nordeste, o número de restaurantes abertos se aproxima de 100 unidades.

Enquanto isso, no Sul do país o Burger King possui 137 restaurantes, onde o foco é o Rio Grande do Sul. A região Centro-Oeste contava com 82 lojas Burger King e, por fim, o Norte é a região de menor expressividade, com apenas 36 restaurantes.

Portanto, do total de 924 unidades, 698 restaurantes são da própria companhia. Esse número mostra a confiança do Burger King no mercado brasileiro e funciona como um pilar de confiança para quem deseja investir.

Por outro lado, 226 restaurantes no Brasil são de franqueados que apostaram alto, literalmente, no alcance e no público fiel à marca. Não à toa, a empresa norte-americana oferece todo o suporte necessário à evolução dos franqueados.

Da apresentação da Circular de Oferta de Franquia (COF), à escolha do ponto, avaliação comercial completa e implementação, o Burger King promete um acompanhamento exclusivo.

Como se tornar um franqueado do Burger King?

Se tornar um franqueado Burger King é menos burocrático do que a maioria pensa. Isso porque a presença de mercado nos leva a assumir que a adesão tem infinitas etapas e processos complexos, né? Porém, veja o que você precisar fazer:

  1. Primeiro contato: aqui a empresa começa a entender e a conhecer o candidato. Além do mais, há um alinhamento entre a região de interesse e o plano de expansão Burger King.
  2. Validação da viabilidade financeira: a segunda etapa consiste em validar o perfil jurídico e financeiro do candidato. Aliás, a empresa oferece uma visão ampla do negócio para criar experiência em loja.
  3. Assinatura do pré-contrato e início: por fim, o candidato assina um pré-contrato e se inicia o processo de implementação do Restaurante Burger King.

Por isso eu digo, se você pretende investir e tem urgência em ver os resultados, fale com o time de expansão o quanto antes. No fim das contas, a implementação leva meses e o payback do capital segue na mesma direção.

Acesse a página oficial do franqueado e preencha o formulário de interesse!

Vale a pena investir em uma franquia do Burger King?

Nesse momento, nós falamos tudo sobre quanto custa uma franquia do Burger King. E como vimos, é um valor alto, mesmo se você considerar que é uma marca multinacional de grande reconhecimento.

Então, eu posso dizer que vale a pena investir, obviamente, se você tiver o capital disponível. Aliás, é crucial ter experiência de sobra na gestão de restaurantes que demandam capital de giro considerável.

Do contrário, o investimento se transforma em um risco que pode abalar a estrutura financeira de muita gente, concorda? No mais, estude a proposta, reveja seu planejamento e converse diretamente com a expansão da empresa, está bem?

Espero muito que tenha gostado das minhas dicas, tire o máximo proveito delas e até a próxima!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Lidia Massari
Graduação em Publicidade e Propaganda, com oito anos de especialização em Marketing de Conteúdo, Inbound e SEO. Sou entusiasta de tecnologia, inovação, fascinada pela robótica e filmes de ficção científica. Sou curiosa e adoro aprender coisas novas.

Deixe o primeiro comentário