POR QUE o marfim é um material tão VALORIZADO?

Você também já se perguntou por que o marfim é um material tão valorizado e caro? Existem vários motivos para isso, mas tem um que é o principal: Sua exclusividade. Tudo que é raro, acaba tendo um valor maior. 

Quando as pessoas conseguem possuir coisas difíceis de encontrar, acabam se sentindo especiais, diferentes e em muitos casos, acabam demonstrando o seu potencial financeiro – o que é muito comum hoje em dia. 

Só que esse produto merece uma atenção especial de todo o mundo! Sua aquisição demanda um preço alto demais, que não deveríamos pagar! 

No texto de hoje eu vou te explicar exatamente os motivos para ele ser tão valorizado por aí, como ele é adquirido, quanto custa e até explicar porque é ilegal na maior parte do planeta. 

Afinal, por que o marfim é um material tão valorizado?


por que o marfim é um material tão valorizado

Sabe por que o marfim é um material tão valioso? Ele é raro de encontrar! A quantidade disponível é finita e tem diminuído consideravelmente. Ele é um produto do extrativismo animal!

O marfim vem das presas (ou dentes) do elefante e apesar de outros animais também darem origem a esse produto, só os desse gigante são considerados os legítimos ou mais puros.

Para conseguir o produto, na maioria dos casos, o animal acaba sendo morto! Tem noção do quanto isso é sério?

Por conta da sua origem peculiar e da sua raridade, já que existem pouco mais de 450 elefantes no mundo, o preço dele é altíssimo e assim muita gente vê nesse artefato um símbolo de grandeza, de fortuna e até de poder. 

Outros motivos para a valorização deste produto


Além da questão da dificuldade de ser encontrado e de demonstrar riqueza e/ou exclusividade, o marfim é precioso por conta dos seus atributos naturais e das possibilidades que entrega. 

O primeiro ponto é que ele é um material muito resistente e que nunca estraga, então sua durabilidade é excelente. O curioso é que apesar de ser forte, é um produto muito maleável para ser trabalhado. Alguns consideram que ele é macio. 

Por isso, é um ótimo material para fazer esculturas e objetos. Tanto que as teclas do piano eram feitas de marfim.

Então tanto na arte quanto na manufatura, esse item é valorizado pela sua capacidade de criação de artigos de qualidade e de durabilidade. 

Por fim, mas também importante, muitas pessoas, principalmente do oriente, acreditam que esse é um material que serve de proteção. Já que o elefante é um animal grande e poderoso, usar ou ter algo de marfim espantaria a má sorte. 

Entenda o preço médio do marfim


Sabe qual o valor de 1 kg de marfim? Aproximadamente U$3 mil! Colocando em consideração que atualmente o dólar fica entre os R$5, isso significa que o quilo desse material custa R$15 mil! É muito caro!

Lembrando que a compra hoje em dia só é feita em mercados clandestinos, já que a prática é desaconselhada e proibida na maior parte do planeta. 

Importante: A atividade é ilegal


por que o marfim é um material tão valioso

Uma coisa que você precisa saber e nunca esquecer é que comercializar marfim é ilegal em qualquer lugar! 

No ano de 1990, em uma Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção, foi decretado o banimento do comércio de marfim no mundo todo! 

Durante a ocasião foi estabelecido que somente produtos de marfim que foram obtidos antes de 1947 poderiam ser negociados livremente e os de 1947 a 1990, poderiam ser vendidos se tivessem certificado dos governos. 

Essa decisão foi tomada justamente para tentar inibir os efeitos desastrosos que a aquisição desse material causa no meio ambiente. Infelizmente por conta do valor, existem até hoje muitos caçadores que matam os elefantes de forma cruel e fria. 

É importante saber isso, porque a gente também não deve comprar nenhum produto desse material que não esteja dentro das regulamentações que foram feitas nesta Convenção. Fazer isso seria apoiar um crime horrendo contra o Meio Ambiente. 

Alternativas ao marfim


A indústria entendendo a gravidade da situação investiu em trazer alternativas para fazer a substituição desse produto no mercado. Hoje por exemplo, podemos encontrar o marfim vegetal e o plástico: 

Marfim vegetal

Ele tem origem de sementes de algumas palmeiras que são bem comuns na região Amazônica. Ele também é conhecido como semente de tagua e jarina. Sua extração é sustentável e por isso é uma boa alternativa. 

Marfim plástico

Existem vários tipos de marfim plástico no mercado e se você fizer uma boa procura, vai encontrar alguns que são tão bons que parecem até o animal. Eles também são resistentes e podem ser base para a criação de diversos objetos.

Cuidado com o que consome


Agora que você entende por que o marfim é um material tão valorizado, preste mais atenção ao tipo de produto que consome. Quando a gente entende a origem e os motivos de alguma coisa, é possível ter decisões e escolhas mais conscientes. 

Espero que o meu texto tenha te ajudado de alguma forma, viu?

Obrigada pela companhia, um abraço e até a próxima!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Jéssica Trabuco
Sou baiana de Salvador, formada em Jornalismo e fundadora do Negócio de Cozinha. Trabalhei com vendas por mais de cinco anos e estudar e falar de negócios faz parte do meu dia a dia! Sou apaixonada em ajudar o outro a mudar o seu mundo e faço o que estiver ao meu alcance para conseguir!

Deixe o primeiro comentário