Dicas para sacoleiras iniciantes: 6 ideias criativas para iniciar

A partir de agora você vai conhecer 6 dicas para sacoleiras iniciantes começarem o seu trabalho com o pé direito e conseguirem bons resultados, sem precisar passar por perrengue.

Trabalhar como sacoleira revendendo roupas é uma ótima forma de abrir o próprio negócio e faturar um bom dinheiro todo mês. É por isso que hoje vamos falar sobre isso e dar algumas dicas valiosas para quem está iniciando nesse ramo!

Para muitas mulheres, ser sacoleira significa uma real mudança de vida e a oportunidade de ganhar dinheiro, principalmente em momentos de crise, como a perda de um emprego. Outras buscam essa forma de trabalho para complementar a renda mensal ou mesmo para realizar um sonho.

Seja como for, trabalhar como sacoleira é sem dúvida um negócio vantajoso, mas como em todo investimento, pode ser que você tenha algumas dúvidas sobre como se tornar uma sacoleira de sucesso. Se esse é o seu caso, nós vamos te ajudar!

A seguir, você vai conferir diversas dicas para sacoleiras iniciantes que preparamos especialmente para você. Está pronta para começar? É só continuar lendo!

6 dicas para sacoleiras iniciantes: Tudo que você precisa saber!


dicas para sacoleiras iniciantes

As dicas que você vai conferir a partir de agora foram selecionadas com cuidado para te auxiliar nessa nova fase da sua vida. Lembre-se: é fundamental que você se atente a elas se quiser alcançar bons resultados nesse negócio. Só depende de você!

Só que também não vai adiantar só prestar atenção, viu? Você precisa ter disposição e coragem para colocar tudo em prática e correr atrás. Só assim é que as coisas realmente acontecem!

Vamos lá? São 6 dicas para sacoleiras iniciantes começarem a ganhar dinheiro:

1. Defina onde você pretende trabalhar

A primeira coisa para se tornar uma sacoleira de sucesso é definir onde irá trabalhar. São várias as possibilidades! Você pode vender os produtos apenas para vizinhos, amigos e familiares, de porta em porta, para os colegas de trabalho, em feiras, colocar as roupas no carro e sair vendendo e por aí vai.

Seja qual for a forma como você deseja vender os produtos, o que importa é avaliar se vale a pena trabalhar assim.

Vender as roupas no carro, por exemplo, é uma boa ideia desde que os lucros não sejam menores do que os gastos com gasolina. Uma boa dica é estacionar seu veículo em um local movimentado por um tempo e oferecer os produtos ao invés de ficar rodando pela cidade.

Nesse caso, entra em cena também a questão do público-alvo. Se você decidir parar em frente a uma escola, os possíveis clientes serão professores, funcionários e pais de alunos. Diferente de parar em frente a um banco, cujos fregueses têm gostos bem diferentes.

2. Escolha o público que você deseja atender

Depois de definir o local onde você pretende trabalhar, fica mais fácil pensar no público que você irá atender, outra preocupação que você deve ter ao começar a trabalhar como sacoleira.

Ou seja, antes de comprar os produtos que irá revender, você deve pensar nas características dos seus futuros clientes, como idade, sexo, estilo, tipo físico e classe social. Isso vai te ajudar a entender o que vender como sacoleira.

Uma boa dica é conversar com os possíveis futuros clientes e saber se tem alguma peça que eles gostariam de encomendar. Assim, fica mais fácil entender o gosto e o estilo dos fregueses e começar o seu negócio já com o pé direito!

Agora, se você não souber qual será exatamente o seu público-alvo, principalmente se você não quiser trabalhar em um local fixo, o ideal é trabalhar com peças básicas e de qualidade que caem facilmente no gosto dos mais diferentes clientes.

3. Escolha dos fornecedores para sacoleiras

Outro aspecto fundamental sobre trabalhar como sacoleira e que você não pode deixar de considerar é que você deve trabalhar com os melhores fornecedores. Isso não significa necessariamente gastar muito dinheiro. Pelo contrário! É possível encontrar lojas boas e baratas para adquirir os produtos.

A forma mais comum de se trabalhar nesse ramo é comprar as peças por atacado para revender. Existem até mesmo excursões para locais como o Brás, em São Paulo, famoso pela venda dos mais diversos produtos por ótimos preços.

Por isso é tão importante pesquisar bastante antes de selecionar um fornecedor. Ande muito, entre em várias lojas e conheça os produtos. Seja curiosa! Se possível, visite outras cidades próximas. Só assim você poderá avaliar com qual fornecedor realmente compensa trabalhar.

Hoje em dia, ficou até mais fácil porque você pode até mesmo comprar roupas pela internet para revender, sem precisar sair de casa. Nesse caso, a dica é que, depois de pesquisar bastante em vários sites e selecionar a melhor opção, você adquira uma quantidade pequena de peças.

Isso vai servir para que você não se decepcione já na primeira compra, seja em relação à qualidade dos produtos ou ao prazo de entrega. Não queremos que você desista de se tornar uma sacoleira de sucesso logo no início, ok?

Acredite: com o tempo, você vai ganhando experiência, conhecendo novos lugares e aprendendo a negociar com os fornecedores para conseguir os melhores preços. O melhor de tudo é que, assim, você poderá acertar cada vez mais o gosto dos clientes!

ganhar dinheiro como sacoleira

4. Investimento para se tornar sacoleira

Não existe um valor mínimo que você deva investir para começar a trabalhar como sacoleira. O que você deve fazer é avaliar o quanto tem disponível para começar o negócio, sempre lembrando que esse dinheiro não pode ser do aluguel ou das despesas de casa, ou seja, uma quantia que você precisa todo mês.

Isso porque, por mais que você se esforce para vender e ter lucros, você corre o risco de não ter o retorno que esperava num primeiro momento. A dica é que você comece com pouco e, conforme o seu negócio se consolida, você aumente o investimento.

Algumas sacoleiras começam com cerca de R$ 300 a R$ 1 mil Reais inicialmente. Depois vão investindo mais e comprando mais peças.

Em relação aos ganhos, uma dica é que você se planeje para os meses de vendas mais fracas. Para não ter prejuízo, apresente novidades e faça promoções para liquidar seus estoques. Faça isso também durante as épocas que mais vendem, como Natal, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados e Ano Novo.

5. Faça a divulgação dos seus produtos

Assim como ficou muito mais fácil encontrar fornecedores, pela internet você também pode facilmente divulgar os seus produtos. Aposte nas redes sociais, principalmente o Instagram, para chamar a atenção dos clientes, mostrar as novidades e lançar promoções.

Até o WhatsApp pode te ajudar nesse processo. Crie grupos, insira todos os seus conhecidos e mostre seus produtos. Essas com certeza já se tornaram as melhores ferramentas gratuitas para divulgação atualmente!

Além disso, você pode contar para todos os seus conhecidos sobre o seu negócio e pedir indicações de novos clientes para os que você já possui. Por isso, reserve um tempo para garantir que o seu negócio vá ainda mais longe!

6. Torne-se um MEI – Microempreendedor Individual

Uma das melhores dicas para sacoleiras iniciantes é a de se inscrever como Microempreendedor Individual (MEI). Assim, você formaliza a sua atividade e pode obter um CNPJ, emitir notas fiscais e até mesmo contribuir para a previdência social (INSS).

Além disso, você terá seu próprio CNPJ, o que vai facilitar muito na hora de comprar roupas direto da fábrica ou de grandes distribuidoras.

Leia também: Quero ser revendedora de roupas

Gostou das nossas dicas para sacoleiras iniciantes?


Então não perca mais tempo! Avalie todos os aspectos que abordamos aqui e comece a planejar o seu investimento. A principal vantagem é que esse negócio te dá total autonomia e te permite realizar todas as suas tarefas sem a preocupação se dará tempo de terminar tudo até o fim do dia.

Você pode ter certeza de uma coisa: trabalhar como sacoleira é uma ótima oportunidade de ganhar dinheiro e sair da crise, sem precisar procurar outro trabalho. Você também pode se tornar uma grande empreendedora e abrir o seu próprio negócio!

O mais importante é trabalhar duro, com esforço e dedicação. Esteja disposta a ir até os clientes também aos finais de semana, feriados e no período noturno. Aposte nisso e você verá que os resultados virão!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Jéssica Trabuco
Sou baiana de Salvador, formada em Jornalismo e fundadora do Negócio de Cozinha. Trabalhei com vendas por mais de cinco anos e estudar e falar de negócios faz parte do meu dia a dia! Sou apaixonada em ajudar o outro a mudar o seu mundo e faço o que estiver ao meu alcance para conseguir!

Deixe o primeiro comentário