Pão com linguiça para vender: Como fazer? Dá dinheiro?

Publicado por Lidia Massari em 8 de dezembro de 2023

O que você acha da ideia de combinar pão com linguiça para vender, acredita que é um negócio viável? Se você me permitir um spoiler, saiba que funciona bem, dá um bom dinheiro e é muito simples de preparar.

Sempre que alguém duvida que certo produto não vende bem ou que não compensa, eu falo: “não existem produtos ruins, o que existe são ofertas ruins”. Então, para saber como preparar um produto delicioso e vender muito, confira as dicas de hoje!

Como fazer pão com linguiça para vender? Receita campeã e fácil

pão com linguiça para vender

Você encontra uma diversidade de receitas de pão com linguiça, o que é muito bom para variar o cardápio. Mas de começo, a melhor estratégia é apostar na simplicidade de combinações básicas. Claro, sem esquecer do sabor marcante.

Ingredientes

  • 1 a 2 linguiças Toscana por pão
  • Pão suficiente para preparar os lanches
  • 2 fatias de muçarela de qualidade por pão
  • Maionese para trazer um sabor incrível
  • Ketchup para realçar o sabor da linguiça (prepare a versão caseira)

Modo de preparo simplificado

  1. O primeiro passo é aquecer uma chapa.
  2. Use uma chapa elétrica, mas dê preferência à chapa de ferro que vai na boca do fogão.
  3. Em seguida, coloque a chapa para esquentar com um pouco de manteiga clarificada ou azeite.
  4. Enquanto isso, corte a pele das linguiças e retire a carne.
  5. Quando a chapa esquentar, coloque a carne de uma linguiça e pressione para achatá-la.
  6. Agora, frite até ficar douradinha, vire e repita.
  7. Antes de finalizar a linguiça, passe manteiga nos pães e leve para selar.
  8. Na sequência, coloque as fatias de queijo sobre a linguiça e tampe para derreter.
  9. Por fim, passe maionese e ketchup no pão e coloque a linguiça com o queijo derretido.
  10. Embale perfeitamente e coloque um papel-alumínio para preservar.

Vale ressaltar, o preparo é realmente simples, mas algumas coisas você não pode deixar de fazer. Por exemplo, selar o pão, passar maionese e ketchup e esperar o queijo derreter completamente. Sério, é simples, mas muito saboroso.

No vídeo abaixo você encontra uma versão parecida que pode usar como base:

BÔNUS: sugestões que elevam o padrão de qualidade do pão com linguiça

Diferentemente de um cachorro-quente, o pão com linguiça precisa ser consumido logo após a preparação. Seja através de um delivery eficiente ou na retirada pelo cliente diretamente na lanchonete.

Em ambos os casos, existem duas combinações que incrementam perfeitamente a sugestão acima. A primeira delas, não poderia ficar de fora, é um delicioso vinagrete, equilibrado na acidez e com um azeite de qualidade.

Se decidir adicionar, você pode colocar como um ingrediente dentro do pão, em uma porção balanceada. Ou então, é viável vender porção individual, assim, o cliente pode colocar a quantidade desejada.

Já a segunda ideia de melhoria é seguir por uma pegada mais argentina, pode-se dizer assim. Na terra dos hermanos, existe um lanche com a mesma essência do nosso fantástico pão com linguiça. Você já ouviu falar do Choripán?

A grande diferença é que ao invés do vinagrete, eles colocam uma versão de chimichurri com bastante ervas e azeite. Honestamente? Experimente oferecer essa opção no cardápio, desde que o cliente consuma na hora, fica irresistível!

3 coisas que você precisa saber antes de vender pão com linguiça

Um dos grandes erros do empreendedor, é acreditar que por ser um negócio simples, ele não precisa de planejamento. É aí que muitos colocam o negócio em risco.

Veja bem, por ser um lanche simples com ingredientes básicos, a margem de lucro tende a acompanhar. Quer dizer então que basta um desperdício aqui ou uma precificação errada ali, pronto, seu lucro vai por água abaixo. Saiba evitar isso!

1. Quanto cobrar no pão com linguiça?

O preço médio de cada lanche varia conforme o custo com os ingredientes. A linguiça, por exemplo, muda muito de preço dependendo da marca e quantidade comprada. O melhor a se fazer é comprar no atacado.

Outra coisa, a muçarela e o pão subiram nos últimos tempos. Ao analisar a receita acima, vi que ela custa em média R$2,80 a R$3,20 a unidade. Claro, desde que você utilize apenas 1 linguiça por pão.

Dessa maneira, o preço médio de venda pode ser no mínimo 100% sobre o custo. Porém, recomenda-se cobrar ao menos 150% para ter uma margem de lucro vantajosa. Com isso, a sugestão de precificação fica entre R$7,00 e R$8,00.

2. Qual pão combina mais com linguiça?

É sempre um dilema escolher pão para fazer lanche, ainda mais quando você usa linguiça, né? Eu diria que o pão ideal é aquele que seu cliente gosta, por isso é importante testar diferentes opções. Dá uma olhada no que cada pão oferece:

  1. Pão francês: é o mais tradicional, mas tem a desvantagem de murchar rápido e isso atrapalha a textura final.
  2. Pão de leite: pedida ideal devido à maciez e sabor suave. Porém, o lanche parece que fica meio sem graça nele.
  3. Tipo baguete: já o pão baguete é uma opção mais gourmet, é incrivelmente saboroso e crocante, logo, mais caro.
  4. Pão brioche: há quem venda no brioche, mas acho que foge um pouco da premissa do pão de linguiça para vender.

Se eu tivesse que escolher, ainda testaria no pão francês e na baguete, mas é apenas a minha opinião.

3. O segredo está na variação de sabores

Grosso modo, não há muito o que mudar no pão com linguiça, exceto pelo tipo de linguiça, que é onde mora o sabor. Além do mais, varie queijos e combine com acompanhamentos únicos, como vinagrete de frutas cítricas.

Quanto ao molho, super recomendo você testar molho tártaro ou três em um, maionese, ketchup e mostarda.

Agora, uma linguiça que faz o maior sucesso é a linguiça cuiabana. A receita leva carne bovina, queijo coalho, leite, sal e temperos, explosão de sabores. Em vista disso, para você ter uma oferta bacana no começo, pense em 4 a 5 sabores, é suficiente!

DÚVIDA FREQUENTE: qual a melhor embalagem para pão com linguiça para vender?

Existem dois tipos de embalagens, aquela que você manda no delivery e a que serve na lanchonete. Desse modo, a mais importante é a embalagem do delivery, porque o produto precisa chegar quentinho e suculento ao cliente.

Por sua vez, uma embalagem que preserva o produto é aquela com papel térmico de alumínio. Sabe quando você pede um hambúrguer artesanal e vem todo enroladinho? Então, essa é a mais apropriada.

Mas na hora de servir na sua lanchonete, pode ser uma mais comum, como aquela mais comprida de papel. O importante é personalizar sua embalagem para passar profissionalismo. Espero muito que tenha gostado das minhas dicas, boas vendas e até a próxima!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Lidia Massari
Graduação em Publicidade e Propaganda, com oito anos de especialização em Marketing de Conteúdo, Inbound e SEO. Sou entusiasta de tecnologia, inovação, fascinada pela robótica e filmes de ficção científica. Sou curiosa e adoro aprender coisas novas.

2 comentários

  • Jhonatas Teixeira

    Nossa eu estava pesquisando e vi diversos artigos falando sobre esse empreendimento, é algo que já pretendia investir e suas dicas me deu uma Luz no que fazer e como fazer, incrível pois estava com algumas receitas prontas, mas vou investir primeiramente na simplicidade e depois diversificar e refinar.

  • Nalzira Aparecida

    Achei super interessante, grandes idéias pra quem está no sufoco e desempregado, pode ser muito útil. Nota dez ,principalmente o pão com linguiça.Obrigada !

Deixe o seu comentário