Como é feito o miojo? Veja o processo de produção na fábrica

Publicado por Lidia Massari em 30 de novembro de 2023

O processo de produção do miojo na fábrica é completamente por automação e o preparo acontece em uma única linha produtiva extensa. Da seleção da farinha e mistura dos ingredientes, ao cozimento e fritura, o macarrão instantâneo faz parte da vida de muita gente.

Nesse contexto, as pessoas procuram saber como é feito o miojo porque existem muitos mitos e lendas extravagantes. Então, estou aqui para apresentar a você a verdade sobre o processo de produção de macarrão instantâneo, confira até o final!

Quer saber como é feito o miojo? Conheça a produção na fábrica

como é feito o miojo na fábrica

O Miojo da Nissin é uma das marcas de macarrão mais vendidas no Brasil, ao lado de marcas como Barilla e Adria. Só para ilustrar, o Brasil é o décimo país que mais consome o macarrão instantâneo Nissin no mundo.

Estima-se que o brasileiro médio coma entre 13 e 15 pacotes de miojo por ano. Sem contar que o consumo total nacional ultrapassa 2,7 bilhões de unidades. Portanto, é interessante saber mais sobre este produto que satisfaz tanta gente.

1. Mistura e amassadura da massa

A primeira etapa na produção de miojo consiste na mistura dos ingredientes da massa e na amassadura. É aqui que a base do macarrão toma forma, quando se mistura a farinha de trigo com a água e sal.

Dessa maneira, se mistura os ingredientes por meio de maquinários modernos até se obter uma mistura homogênea. Embora pareça um processo simples, essa etapa é uma das mais importantes para garantir consistência e uniformidade.

2. Laminação precisa da massa

Depois de passar pela mistura, a massa ganhou as características ideais como elasticidade, umidade, maleabilidade e sabor. Por conseguinte, a massa passa por uma outra máquina que faz a laminação da mistura.

A laminação define a espessura e a textura características do macarrão. Assim, a massa chega no ponto perfeito para corte no formato de noodles, que é o macarrão em formato de “fitas”.

Em algumas indústrias, a laminação pode acontecer através de 8 a 10 cilindros responsáveis pela espessura.

3. Corte tradicional e formato icônico

Ainda na terceira etapa da produção industrializada do macarrão instantâneo, a mistura laminada passa pelo corte. Vale ressaltar que uma etapa é interligada à outra, ou seja, assim que a massa está pronta, passa diretamente para ao equipamento de corte:

  1. O “bloco” de massa laminada segue dos cilindros para uma espécie de rolo de corte.
  2. O movimento é contínuo, onde a massa entra lisa e sai totalmente cortada.
  3. Nesse momento, o formato tradicional de fitas segue a esteira.
  4. Logo à frente, existe o separador, que é responsável por fracionar inicialmente as porções.

Obviamente, cada indústria tem uma estrutura exclusiva para isso, especialmente quanto à espessura e formato das fitas de macarrão. No caso do miojo, ele segue o padrão do bloco retangular.

4. Pré-cozimento a vapor da massa e corte final

como é feito o miojo

Na sequência ao corte, os blocos de macarrão seguem a esteira até chegar em um túnel de cozimento. Essa etapa desempenha um papel indispensável no padrão de qualidade do produto, pois influencia no tempo de preparo pelo consumidor.

Vale dizer que o cozimento se realiza a vapor, já que a imersão em água fervente prejudicaria textura e durabilidade. Além do mais, existe um moderno sistema de exaustão que impede que o vapor se espalhe pela fábrica.

Na outra ponta da câmara de vapor, o miojo sai quente e com uma textura mole. Em seguida, o macarrão amolecido passa novamente pela máquina de corte, mas agora é para dar o formato retangular, garantir o peso ideal e as medidas finais.

5. Fritura rápida da massa cozida

A penúltima etapa pega muitos de surpresa, pois frita-se o macarrão. Exatamente, antes de ser embalado, o miojo passa por um sistema de fritura rápida, olha que curioso, né?

Então, fritam-se os blocos de macarrão rapidamente para criar uma camada externa adicional mais sequinha. Além do mais, esse processo é necessário para ampliar a preservação, consistência, crocância e frescor máximo do produto.

6. Resfriamento completo e embalamento

Nesse momento, o miojo frito percorre uma longa esteira e passa pelo sistema de secagem por exaustão de ar. Na prática, o sistema resfria rapidamente enquanto seca o produto por completo.

Por fim, cada bloco apresenta a textura perfeita e a finalização acontece através de um complexo sistema de embalamento. Outra curiosidade, os sachês de tempero se adicionam automaticamente sobre o bloco de miojo antes de receber a embalagem.

Para você que se pergunta o que tem no tempero do miojo de galinha caipira, por exemplo, saiba que é um mix de temperos, sódio, conservantes e aditivos. Logicamente, nada saudável, mas dá para fugir da rotina de vez em quando.

No final da esteira da fabricação industrial de macarrão miojo, o produto sai embalado individualmente e pronto para ser comercializado.

Viu só como é simples a produção do famoso Nissin Miojo? Para saber tudo sobre como é feito o miojo no passo a passo de todo o proceso, acompanhe o vídeo:

CURIOSIDADES: saiba um pouco mais sobre o macarrão instantâneo

O Nissin Miojo foi lançado em 1958 no Japão, ou seja, há 65 anos atrás. Pouca gente sabe, mas o miojo é o primeiro macarrão instantâneo do mundo. Posteriormente, sua tendência se espalharia pelo globo por meio de incontáveis produtos similares.

Seu impacto foi tão grande na alimentação, que levou as pessoas a avaliarem a praticidade no consumo de produtos rápidos. Um dos destaques do miojo é a variedade de sabores, que tende a se adaptar à distribuição específica nos países.

Sabores inusitados de miojo pelo mundo

  • Miojo de bacon
  • Miojo de batata-doce
  • Sabor de sopa de moluscos
  • Sabor de tacos
  • Nissin Miojo sabor Brócolis
  • Nissin Miojo sabor Tempurá
  • Versão de miojo de manteiga de mel
  • Versão de miojo sabor curry
  • Miojo de porco assado e shoyu

Pode falar, você se surpreendeu sobre como é feito o miojo, né? Esqueça todos os exageros que o pessoal fala por aí. Outra coisa, você não vai consumir todo dia, mas de vem quando é bacana experimentar combinações diferentes.

Espero muito que tenha gostado das minhas informações, compartilhe com os amigos e até a próxima!

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Lidia Massari
Graduação em Publicidade e Propaganda, com oito anos de especialização em Marketing de Conteúdo, Inbound e SEO. Sou entusiasta de tecnologia, inovação, fascinada pela robótica e filmes de ficção científica. Sou curiosa e adoro aprender coisas novas.

Deixe o primeiro comentário