Como administrar um bar: Dicas de gestão para bares

Para administrar um bar da forma correta é preciso entender como anda o mercado na região, ter um planejamento, conhecer os clientes, gerenciar os fornecedores e treinar muito bem a sua equipe.

Abaixo eu vou te explicar essas e outras dicas importantes para quem quer deixar o negócio fluindo da forma correta e também para quem vai montar um bar agora:

Comece estudando o mercado


como administrar um bar

Para fazer uma boa gestão de bar é importante entender como o mercado se comporta na sua região. Entenda quais são os seus concorrentes diretos, avalie o funcionamento do local, os produtos que são vendidos, o atendimento disponibilizado e o fluxo médio de clientes diários.

Tudo isso vai servir para ter uma base da movimentação e autoridade de cada uma das empresas nesse segmento. 

É interessante também investigar qual modelo de bar é mais comum por aí, qual faz mais sucesso e qual o tipo de público que frequenta esses locais. 

Respondendo a essas perguntas, fica mais simples de se programar e elaborar um planejamento mais eficaz unindo a demanda local com a identidade do seu negócio.

Tenha um bom planejamento


Se dedicar a um planejamento não significa que você tem que criar um organograma, planilhas complexas ou métricas difíceis de entender. 

A ideia é que você monte um passo a passo simples que te ajude a ter uma visão mais completa sobre como montar, como controlar, administrar, inovar e como organizar um bar.

Esse passo a passo pode ser uma lista de tarefas que devem ser executadas diariamente, semanalmente ou mensalmente – desde que você consiga ler e entender de forma rápida tudo o que deve ser feito e que siga os prazos para concluir cada tarefa.

Conheça os seus clientes


Sabendo o tipo de pessoa que você pretende atingir, você pode criar um bar temático, um pub, uma cervejaria, um bar americano, um boteco, um wine bar ou qualquer outro modelo que funcione. 

Por isso, é super importante que você tenha uma relação íntima com o tipo de público que pretende atingir, para que todas as implementações e investimentos sejam inteligentes e rentáveis para o seu estabelecimento. 

Tenha um cardápio criativo!


O cardápio é um dos principais atrativos de bares, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos do ramo alimentício. Por isso, é importante ter um cuidado especial na hora de elaborar o seu.

Escolha uma paleta de cores que carregue a identidade visual do seu negócio e crie uma posição de destaque para colocar o nome do bar e a logomarca.

Feito isso, foque em tirar fotos dos seus produtos dentro do seu estabelecimento com a descrição dos ingredientes que foram utilizados na composição.

Como o carro chefe de bares são as bebidas, é importante caprichar mais nas fotos e nos preços desses produtos.

A ideia é prender a atenção do cliente e estimular ele a consumir. 

Veja alguns exemplos práticos abaixo que você pode testar no seu cardápio:

  • Se sua proposta principal for chopp, tente colocar uma foto de uma caneca congelada com a espuminha transbordando ao lado de um prato de petiscos apetitoso;
  • Se você tiver um foco mais voltado para o vinho, tire uma foto de um cálice lindo com uma platter de queijos diversos;
  • Agora se a sua proposta são drinks variados, crie uma combinação com cores chamativas, cenário e design espetaculares. 

Essas pequenas coisas costumam melhorar muito o faturamento do estabelecimento. 

Foque no layout e organização do seu estabelecimento


O foco principal é tornar o ambiente aconchegante e confortável, porque isso faz com que as pessoas se sintam acolhidas e sintam vontade de ficar por muito mais tempo e, nesse caso, mais tempo é sinônimo de mais consumo. 

Então, opte por cadeiras e sofás confortáveis, mesas espaçosas, boa iluminação, música compatível com a proposta, cardápio variado, climatização e bom atendimento. 

Outro ponto importante é o espaçamento entre mesas para que o trânsito dos garçons seja livre e para que as pessoas não tenham dificuldade de explorar o ambiente interno do seu bar e socializar um pouco. 

Se tiver dificuldade para definir um layout ideal, se inspire em bares que carregam uma proposta parecida com a sua ou contrate uma empresa especializada para te ajudar nessa parte.

Escolha os melhores fornecedores


Os fornecedores são responsáveis pela qualidade dos seus produtos e pelo preço final que você disponibiliza ao consumidor, então, é fundamental que você pesquise por algumas opções e analise detalhadamente a reputação de cada empresa antes de firmar parceria. 

É interessante que você faça orçamentos em várias delas para comparar os preços e que compre alguns produtos em pequenas quantidades para experimentar antes de comercializar. 

Bons fornecedores são excelentes aliados para ganhar dinheiro com bar, então, tenha cautela na hora de escolher os seus. 

Só que o trabalho não acaba quando você firma parceria, não. É importante ter controle sobre as compras e entregas com a empresa e manter uma boa relação com ela. 

Controle os gastos de compras e vendas


como organizar um bar

Para ter um controle dos gastos do bar é fundamental elaborar uma planilha completa que descreva todos os valores que entram e saem. Isso vai permitir que você entenda quais são seus investimentos, o seu faturamento e lucro líquido de forma detalhada.

Você pode dividir os custos fixos, variáveis e despesas, para definir melhor uma meta de faturamento mensal, sempre lembrando de retirar do seu lucro líquido uma porcentagem para reinvestir no negócio. 

Defina seus processos internos e estabeleça controles para medir o seu desempenho


A organização dos processos internos é importante para colocar regras no espaço de trabalho porque isso dita todo o funcionamento do estabelecimento. 

Abaixo eu trouxe alguns exemplos:

  • Horário de abertura e horário de fechamento;
  • Script para atender telefone;
  • Uniforme dos funcionários;
  • Fluxo e prioridade de comandas;
  • Formatação de móveis da cozinha;
  • Definição de tarefas de funcionários;
  • Forma de preparo de bebidas;
  • Receitas e ingredientes de pratos principais e petiscos;
  • Temperatura do ar condicionado;
  • Volume da televisão ou do som;
  • Quantidade de pessoas máxima por mesa, entre outros.

Além dessa definição e organização, é interessante ter alguns controles para medir o desempenho do seu bar e avaliar como a reputação do seu negócio anda aí na sua região. 

Para isso, coloque pesquisas de satisfação pelo estabelecimento, avalie o pagamento de gorjeta para os garçons e esteja próximo ao cliente, sempre perguntando se ele está precisando de algo e se alguma coisa pode ser melhorada. 

Tenha sempre em mente que para administrar um bar de forma eficaz é preciso estar disponível para o cliente, captar todo tipo de impressão e implementar as sugestões de melhoria com agilidade.

Treine bem sua equipe


Cada setor precisa ter as habilidades bem trabalhadas para servir o cliente da melhor forma possível. 

Então, na hora das contratações avalie o seguinte:

  • Os garçons e baristas precisam ser carismáticos, pacientes e gostar de bater um papo;
  • Os cozinheiros precisam saber criar combinações deliciosas, criativas e ter sempre uma carta na manga para atender aos clientes mais chatos de forma eficaz;
  • As pessoas das finanças precisam ter atenção, paciência e facilidade de comunicação para tirar todas as dúvidas dos clientes;
  • O gerente precisa ser perceptivo, saber se relacionar e ter um alto poder de persuasão.

Vale lembrar que é super importante realizar treinamentos constantes para reciclar os hábitos da equipe e trazer novas visões para cada um.

Desenvolva produtos e serviços de destaque


Saber como inovar bares não é uma tarefa tão simples, mas você pode começar avaliando tendências de fora da sua região ou até mesmo internacionais, trazendo essas tendências para o seu espaço e sendo pioneiro em determinado tipo de serviço.

Veja abaixo algumas ideias de produtos e serviços inovadores para te inspirar e te ajudar a criar destaque:

  • Barca de petiscos;
  • Refil de molhos especiais;
  • Faça sua própria bebida –  a pessoa escolhe alguns ingredientes e com supervisão do barista ela faz o próprio drink;
  • Banda ao vivo para karaokê – os clientes escolhem a música, a letra aparece no telão e a banda toca no tom da voz da pessoa;
  • Concurso de dança – com o prêmio de não pagar a conta no final;
  • Rodízio de bebidas – pode ser com e sem álcool.

Crie boas ações de marketing


Quem não é visto não é lembrado! Não adianta fazer o controle financeiro perfeito, administrar bem seu bar e a sua equipe se você não tem um fluxo de clientes suficiente no seu espaço. 

Para isso é preciso investir em campanhas de marketing inteligentes.  Esse processo foi muito facilitado com as ferramentas tecnológicas de hoje, então mesmo que o seu espaço fique escondido é possível levar a sua marca e proposta até as pessoas e fazer com que elas visitem seu bar.

Basta ter estratégias que conversem com o seu público alvo, principalmente utilizando as redes sociais. Hoje, ter um perfil no Instagram e postar fotos bonitas, fazer promoções, criar conteúdo divertido e interessante, já é um ótimo passo.  

O ideal é que se tenha pelo menos uma pessoa que fique atento a essa parte. Cuidar bem da divulgação pode te render muito bem!

Disponibilize bebidas delivery


o que fazer para ter um bar de sucesso

Implementar serviços de entrega é quase que uma obrigação para se nivelar a concorrência e levar o melhor ao cliente na comodidade de casa. Então, estude direitinho a possibilidade, avalie a demanda na sua região, faça parceria com entregadores autônomos ou aplicativos como Zé Delivery e defina um método de pagamento.

Além da praticidade, essa é uma excelente opção para quem pensa em abrir e administrar um bar com pouco dinheiro, já que toda a preocupação com o espaço físico fica reduzida. 

Tenha atenção em relação à legalização do estabelecimento


Todo bom administrador precisa ter todas as questões burocráticas em dia, para não correr o risco de pagar multas altas, ter que fechar o estabelecimento e colocar todo trabalho e dedicação no ralo. 

Portanto, veja quais as legislações vigentes na esfera federal, estadual e municipal para abertura e funcionamento de bares e implemente o quanto antes.

Faça a gestão adequada para o seu negócio!


Agora que você já sabe como administrar um bar, basta fazer uma lista de tarefas e ir executando gradativamente.

Espero que o artigo tenha te ajudado e que você consiga gerir o seu negócio da melhor forma possível.

Te encontro na próxima.

Descubra quais são os Melhores Negócios para abrir com até R$ 500 Reais! Clique no botão abaixo e tenha acesso gratuito à Lista de Negócios mais Baratos para montar atualmente!
Jéssica Trabuco
Sou baiana de Salvador, formada em Jornalismo e fundadora do Negócio de Cozinha. Trabalhei com vendas por mais de cinco anos e estudar e falar de negócios faz parte do meu dia a dia! Sou apaixonada em ajudar o outro a mudar o seu mundo e faço o que estiver ao meu alcance para conseguir!

Deixe o primeiro comentário