Comidas para vender

Fazer comidas para vender é algo bem pratico e simples para quem deseja trabalhar com um produto próprio, mas não tem muito dinheiro para investir em um negócio grande.

Naturalmente a feita de alimentos para vender na rua, na porta de escolas ou mesmo em casa vem crescendo e gerando assim oportunidades para todos os tipos de pessoas que sempre sonharam em conquistar a tão cobiçada independência financeira. Então a seguir você encontrará uma série de dicas e ideias de comidas para fazer e vender:

1 – Comidas rápidas para vender

As comidas rápidas, que são os famosos lanches de rua, sempre estiveram em alta e atualmente ainda mais. Então isso faz com que surja uma oportunidade muito interessante para quem está procurando ideias de comidas para vender. Normalmente esses produtos são feitos na hora, em um local na própria rua e vendem muito por conta da facilitação para muitas pessoas.

Exemplos de comidas rápidas que vendem muito são cachorro quente, lanches feitos na hora, espetinho, mini pizzas, acarajé e outros tipos de comidas que possam ser feitas na própria rua e demorem pouco tempo para preparar.

Inicialmente o que você precisará é de equipamentos básicos de trabalho, como uma barraca ou um carrinho apropriado para trabalhar com as comidas e de acessórios necessários como uma chapa para lanches, um microondas e outros equipamentos já tradicionais nesse meio.

Leia também: Como fazer lanches para vender

comidas para vender

2 – Comidas para vender em casa

A preparação de comidas para vender em casa também se tornou algo evidente e lucrativo para muitas donas de casa que procuravam uma fonte de renda extra para trabalhar de forma independente. O ideal nesse caso é focar na produção de marmitex para vender na própria residência, já que esse é um tipo de comida muito consumido atualmente e que requer o minimo de trabalho.

Mesmo quem não tem um pequeno restaurante próprio, poderá iniciar em casa. Basta utilizar sua própria cozinha para trabalhar e um outro local da casa, podendo ser até mesmo a garagem, para colocar os alimentos prontos, ir preparando os marmitex e distribuindo para os clientes do próprio bairro.

Começando assim com um negócio extramente simples, como esse, é possível crescer e investir na montagem de um restaurante próprio no futuro. Aqui mesmo na minha cidade eu conheço diversas mulheres que trabalham exatamente dessa forma, apenas fazendo comidas para vender, compraram as marmitas descartáveis, uma maquina para fechar o marmitex e conseguem obter bons lucros todos os meses.

3 – Comidas congeladas para vender

O publico consumidor de comidas congeladas ainda é pequeno, se comparando aos alimentos tradicionais, porém a cada dia surge mais e mais pessoas que compram esses alimentos dessa forma para estocar em casa e utilizar em outro momento. Com base nisso, surgiu uma oportunidade muito interessante para você que visa fazer comidas para vender.

Lógico que o investimento para trabalhar na fabricação de comidas congeladas será um pouco maior, visto que deverá investir na compra de freezers para estocar produtos e outros equipamentos a mais. De qualquer forma é uma oportunidade a mais para investir e que poderá se encaixar perfeitamente à sua cidade, se ainda não existir muitas pessoas ou pequenas fabricas trabalhando com esse modelo de produto.

Leia também: Como vender comida congelada

como fazer comidas para vender

4 – Comidas para vender na escola

Quem deseja trabalhar com comidas para vender na porta de escolas deverá recorrer aos mesmos produtos que são vendidos nas ruas da cidade, justamente, porque esses são os produtos mais consumidos pelos jovens estudantes.

Dentre esses produtos, vale a pena vender salgados como pastéis, coxinhas, enroladinhos e pequenas pizzas. Os lanches preparados na hora também fazem o maior sucesso nesse tipo de local, assim também como alimentos básicas e comuns, como a pipoca.

Por que fazer comidas para vender?

Um dos principais motivos para começar fazer comidas para vender é, simplesmente, porque se trata de um produto consumido por todas as pessoas e que consegue atrair uma vasta quantidade de clientes interessadas. Além do mais, fazer um bom alimento para vender não é nada difícil já que até mesmo quem não tem muita pratica nesse ramo poderá aprender através de receitas culinárias próprias para vender que estão disponíveis para todos os tipos de pessoas.

O investimento inicial para começar, também é algo que desperta ainda mais o interesse das pessoas que estão sem muito capital para investir em outro tipo de negócio. Portanto, vale muito a pena estudar essa possibilidade e começar preparar seus próprios alimentos para vender.

José Neto

Sou um técnico em comércio, apaixonado por pequenos negócios e criei minha primeira empresa digital em 2012. Apesar de ter apenas 22 anos, criei esse site para passar o máximo possível de informações para novos empreendedores, pois acredito que tenho muito a contribuir com o empreendedorismo no Brasil!

Comentários

  1. diz

    Gostei muito da clareza , estou indecisa e havia me esquecido que preciso de aquecer o cachoro quente ou empada ,pois quero algo faácil como quiche ,valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>